reportagens

Loading...

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

A Terra é redonda!

- Ah va e memo? Você deve estar mentindo
- Não, eu não estou.
Hoje em dia é bastante óbvio que a Terra é redonda. Você viu uma foto em algum lugar, procurou no google, sua professora te disse e você viu até num programa da Eliana falarem isso. É, a Terra é redonda. Mas como descobriram isso antes de irem lá fora pra ver?
Existem muitas coisas que demonstram isso. Vamos começar por um exemplo mais visual. A Lua aparece de várias formas diferentes no céu noturno devido a variação de posição que ela tem em relação a onde está o Sol. Dá uma olhada nesse figura aqui em baixo. Mas sabemos que a Terra é redonda porque durante um eclipse lunar, que é quando a Terra fica entre essa luz que vem do Sol para a Lua, vemos projetada na lua não a sombra de um quadrado ou qualquer coisa assim, mas uma sombra esférica, dá uma olhada na foto.
Um navegador muito doido (Fernão de Magalhães 1480-1521) acreditava tanto nisso que chegou a dizer "A Igreja diz que a Terra é achatada, mas sei que ela é redonda, porque vi a sombra dela na Lua, e acredito mais numa sombra do que na igreja." Ainda bem que ele passava mais tempo no mar do que em Terra, se não provavelmente teria ido pra fogueira.
Outra maneira de se perceber que a Terra é redonda é ir até uma praia com um binóculo, luneta ou supervisão de super heróis capaz de dar zoom. Observando o horizonte você vai notar que as ilhas mais distantes parecem estar ligeiramente afundadas. Inclusive se você puder acompanhar o movimento de um barco verá que ele não vai ficando cada vez menor, que é que se esperaria se a Terra fosse plana, você vai ver que ele vai "afundando". Inclusive se a Terra fosse mesmo plana, com um super binóculo você conseguiria ver do outro lado a África! Inclusive se você fizer isso e for de noite (e não tiver poluição) vai ver o espaço e vai ver estrelas.
Alguém pode querer dizer que se a Terra fosse mesmo redonda, nós poderíamos sentir ao andar a curvatura dela, como sentimos quando subimos ou descemos uma montanha. A verdade é que não poderíamos porque somos criaturas muito pequenas em relação ao tamanho todo do planeta. Outra coisa que pode passar pela sua cabeça é que a Terra não é bem redonda, porque ela tem um monte de montanhas, então ela poderia ser tipo um ferrero rocher (não é propaganda, eu bem que queria que alguém me patrocinasse eu ganharia dinheiro)?. Também não, se nós pudéssemos pegar a terra pra "alisar" a sua superfície, não sentíriamos nada. Se a terra tivesse 1 metro de diâmetro, o monte Everest (o amendoin mais protuberante do nosso suposto planeta ferrero rocher) teria "incríveis" 4 milímetros! Acredite, ela pareceria bem redonda pra você. Como ela nos parece quando vemos de longe pelas fotos do espaço.
Porque Corpos grandes como a terra possuem campo gravitacional suficiente para aglomerar a matéria e distribuí-la de modo a que a energia acumulada seja a menor possível. Pode-se mostrar matematicamente que o formato esférico é o que leva ao estado de menor energia possível. Em corpos menores o campo gravitacional não é grande o suficiente para vencer as forças de coesão do material ali presente. É o caso de asteróides e cometas cujo formato está mais para formas de “feijão” ou “rochas” encontradas na superfície terrestre.
A forma de nosso planeta foi motivo de muitas discuções e variadas teorias.
 

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

A terra e redonada ou achatada

● Quando foi que os homens começaram a suspeitar que a terra era redonda, e não achatada? Nos dias de Cristóvão Colombo? Não! Muito antes disso! Irving Robbin escreve: “Para crer que a pessoa poderia velejar em direção ao Oriente por velejar para o oeste, era preciso que se cresse que a terra é uma esfera. Um capitão genovês, chamado Cristóvão Colombo, cria nisto, mas ele não era o único, durante muitos séculos, pois, já em 500 A. C., certo erudito grego, Pitágoras, asseverara que a terra era redonda. Um compêndio norueguês, escrito em 1250, não só dizia a mesma coisa, mas também fornecia as razões para os diversos climas da terra, o ângulo do sol em diferentes épocas do ano e os ventos prevalecentes. Nem todo o conhecimento antigo foi perdido — simplesmente esteve em desfavor por algum tempo.” — The How and Why Wonder Book of Explorations and Discoveries (O Livro Maravilhoso dos Como e Porquês das Explorações e Descobertas).
Pitágoras viveu por volta de 540 a 500 A. E. C. Muito antes disso, contudo, o profeta hebreu, Isaías, do oitavo século A. E. C., indicara que a terra era esférica. Escreveu ele: “Há Um [Jeová Deus que mora acima do círculo da terra, cujos moradores são como gafanhotos.” (Isa. 40:22) A palavra hebraica aqui traduzida “círculo” também pode ser traduzida “esfera”. [A Concordance of the Hebrew and Chaldee Scriptures (Concordância das Escrituras H
Cerca de dois mil e setecentos anos atrás já havia o registro: a terra é esférica
ebraicas e Caldéias), de B. Davidson É interessante que, a respeito do “círculo” neste versículo, a Bíblia de Referência de Scofield, numa nota marginal, afirma: “Uma notável referência à esfericidade da terra.” A tradução do Pontifício Instituto Bíblico reza: “Aquele que está sentado sobre o globo da terra”, e a Versão Almeida (atualizada) diz aqui: “Ele é o que está assentado sobre a redondeza da terra.” Naturalmente, a inspirada Palavra do Criador da terra indicaria corretamente que a terra era redonda, embora os antigos, em geral, pensassem que ela era achatada.